segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Eu não cometi plágio

Em meados do ano passado, escrevi um livro sobre o Maverick, baseando-me somente em pesquisas que fiz na internet, já que eu não entendo nada de automóveis.
Pois... o livro foi entregue e o estúdio que vai editá-lo detectou muitos erros, por meio de um consultor, justamente pelo fato de eu não entender nem um pouco de carro.
Sendo assim, esse livro foi entregue a outra pessoa, que deveria lê-lo e apontar todos os erros. Depois, pelo que entendi, o livro deveria voltar para mim. Eu faria uma leitura final, alguns ajustes talvez, e o devolveria ao estúdio para que ele seguisse seu curso normal.
Acontece que desde essa época eu não sei nada a respeito do livro, ou seja, não sei em que etapa ele está agora.
Em dezembro, mais precisamente alguns dias depois do Natal, eu descobri, sem querer, que uma das fontes das quais me utilizei para escrever um capítulo ("A História do Carro Brasileiro"), se serviu de uma publicação da Editora Abril, a Enciclopédia do Automóvel.
Por sorte, eu deixei as duas fontes no texto, a URL do site e também a menção à Enciclopédia do Automóvel.
Estou com medo de ter cometido plágio, apesar de eu ter citado todas as minhas fontes corretamente.
Deixo claro aqui que eu me manifestei junto ao estúdio, enviando um e-mail para o Gerente de Produção, contando tudo isso.
Estou, agora, aguardando uma resposta dele para ver se eu reformulo o capítulo ou o suprimo de vez do livro.
Era isso que eu queria deixar registrado: que eu não tive intenção de cometer plágio algum, que eu vi a tempo que isso poderia acontecer e que entrei em contato com o estúdio, pois, pelo que sei, o livro nem diagramado está.

Grato.

André Christophe

2 comentários:

lindinho disse...

assim q tu puder9sei la qdo tu pode) e te der na telha, upa os videos do supermarket q tu tinha no youtube ou pede pra algum conhecido upar na contadele, ja q tu saiu do youtube..

lindinho disse...

ps: tu nem cometeu plagio nao....e se foi, foi outro...e poxa, qqer livro documental ou video documental tem suas fontes....mesmo q sejam fontes ja escritas e nao entrevistadas.....ueh