terça-feira, 26 de maio de 2009

Hiperinflação de Zimbábue já é a maior da história do mundo

zimbábue

Os índices de inflação de Zimbánue, na África, já são os maiores vistos em toda a história da humanidade.

Talvez vocês nunca tenham ouvido falar em um número como este: 1 seguido de 108 zeros! É inimaginável! Não dá para escrever numa única linha de uma folha de papel. Só usando a potência para tentar mostrar-lhes o que esse número significa.

Aliás, a inflação anualizada, segundo cálculos de Steve H. Hanke, para a revista Forbes, é de 6,5 elevado à potência 108. Em português, juro, não consegui achar um nome para esse número gigantesco. É algo que ultrapassa o quintilhão, o sextilhão, o heptalhão… São 108 zeros! Eu nunca havia visto algo assim!

Os preços lá sobem 100% ao dia, ou seja, dobram de de um dia para outro. (Na minha opinião, para se ter um índice inflacionário desses, os preços devem estar dobrando a cada 3, 4 horas.)

O governo lançou uma nota de 100 bilhões de dólares zimbabuenses para tentar combater a escassez de papel moeda, mas o povo não quer mais saber do dólar local. Agora, eles só fazem negócio com o dólar norte-americano, com o rand sul-africano e com a pula, de Botswana.

No ano passado, pelo que vi no site da Oanda, que mostra a cotação de todas as moedas do mundo, o governo de Zimbábue cortou 12 zeros da moeda. Pelo jeito que está a coisa, vão-se mais zeros de novo. Vejam no site. É fácil pesquisar: vá à esquerda em CURRENCY TOOLS, clique em FxHistory e, na tela que aparecer, escolha a conversão US dóllar para zimbabwe dollar. Preencha as datas de início e fim (eu coloquei um ano, só para ver a evolução da desvalorização). Depois, é só clicar em GET TABLE. E caia duro (a) para trás! É de arrepiar!

Se quiser ver outro exemplo de arregalar os olhos, consulte o período entre 9 de maio e 10 de maio de 2008. Veja que o valor sobe de pouco mais de 30.000 dólares zimbabuenses para… 19.000.000, um hiper-máxi-super desvalorização de mais de 633.000% de um dia para o outro!

Em 1980, quando Zimbábue tornou-se independente, sua moeda valia mais que o dólar norte-americano, segundo artigo da Scientific Leader Blog.

A matéria é do site Liberal Venezolano, que você pode ler, em espanhol, na íntegra, aqui.

Se estiver a fim de ler mais coisas sobre o Zimbábue e ver fotos impressionantes do que é uma hiperinflação, CLIQUE AQUI. A matéria é do blog Gato de Hotel, e vale a pena ser lida!

Queria ver o Lula, presidente daquele país, dizendo para o povo: “Calma, gente… é só uma inflaçãozinha!”

4 comentários:

morro de sao paulo by jam disse...

oi andre! olha...com ou sem inflaçao, crise ou nao, a melhor pedida é viajar! nem que seja uma noite acampando no quintal do vizinho!pense à respeito! e 30km de Bùzios, nao tem desculpa!
um abraço e sucesso!
te espero em morro

Bronca no Trombone disse...

Tendo dinheiro e ajeitando esta coluna, se é que um dia vou conseguir isso, o que eu mais quero é fugir por, pelo menos, um mês. E eu iria, sim, correndo para aí. Você fala tanto dessa região, com tanto carinho, que eu já estou ficando curioso. Reze por mim, amiga. Quem sabe, mais cedo do que esperamos eu esteja mudando de cenário. Eu não sou feliz aqui em Cabo Frio (RJ). Tudo aqui é provinciano. Quem dá as cartas é a meia dúzia de xerifes que manda na cidade. Temos e não temos prefeito. Está a maior bagunça...

Obrigado por ter visitado o meu blog.

Beijos mil!

André

Henrique disse...

sinistro

4 8 15 16 23 42 = 108

O.o

Bronca no Trombone disse...

Henrique, eu também fiquei pasmado, pois, para mim, a maior inflação havia sido da Hungria, quando em um único mês os preços subiram 100 quatrilhões por cento! Mas Zimbábue ultrapassou essa marca. Basta ler as matérias indicadas bem como ver a cotação da moeda, que de um dia para o outro desvalorizou-se em mais de 633.000%. É algo inimaginável!

Obrigado pela visita e pelo comentário! volte sempre que quiser!

André