terça-feira, 5 de maio de 2009

Não se deixe enganar

tarô

Basta abrir os classificados de qualquer jornal e aqueles anúncios de videntes e cartomantes “explodem” na sua cara!

Esses “profissionais” (pus entre aspas porque não é uma profissão regulamentada e acho que nunca será) prometem desvendar o passado e o futuro, trazer a pessoa amada etc. O texto é quase igual em todos esses anúncios.

É claro que existem profissionais sérios, que, realmente, fazem um bonito trabalho e têm uma certa sensibilidade, às vezes até conseguem ter contato com entidades no momento da consulta.

Eu conheço muitas pessoas que são sérias. Mas também sei de casos de puro charlatanismo, o que é crime previsto em lei.

Para não ser enganado, antes de ir fazer sua consulta, pergunte se o vidente cobra. Se ele responder que sim, pule fora. Se ele recebeu de graça um dom foi porque Deus Lhe deu esse dom para que ele cumpra sua missão aqui na Terra, e não comercializá-lo.

Mas se o vidente disser algo como: “Pague o que puder” ou “Traga algum alimento não perecível”, vá lá… talvez dê para confiar.

No momento da consulta, permaneça o tempo todo de boca fechada e cabeça imóvel. Os falsos videntes guiam-se pelas reações do consulente e, a partir daí, tecem uma trama que convence qualquer um. Se você ficar quieto, apenas ouvindo e o vidente começar a lhe perguntar coisas, é hora de dizer adeus e ir embora.

Sei de casos que o vidente diz ao consulente, tão logo este adentra a sala de consultas:

- Não diga nada até que eu termine, OK?

Esse é vidente de verdade! Pode ser que ele erre em uma coisa aqui, outra ali, mas, com certeza, não é um charlatão, um ator disfarçado de adivinho.

Se você cair nas mãos de um charlatão e quiser tirar uma onda com ele, diga “não” a tudo o que ele perguntar. Exemplos:

- Vejo uma mulher morena na sua vida!

- Não tenho nenhuma mulher morena na minha vida, aliás, estou sozinho no momento. (mesmo que você tenha uma mulher morena na sua vida!)

- Uma carta chegará com boas notícias!

- Já chegou, antes de eu vir para cá… Era uma conta enorme para pagar!

Fazendo isso, o próprio vidente vai encerrar a consulta porque “adivinhou” que você é mais esperto que ele.

Existem n-maneiras de se desmascarar um vidente charlatão. Você pode gravar a conversa, sem que ele perceba, e depois mostrar para todo o mundo que conhece.

Quando eu vivi em São Vicente, fui até um vidente. Ele deu voltas e mais voltas e eu saí de lá R$ 15,00 mais pobre sem ter entendido nada! E olha que ele fez todo um ritual com velas incensos e perfumes, só para impressionar. Só que não me impressionou, porque, logo de cara, ele praticamente quis saber tudo da minha vida. Eu entrei no jogo dele, falei tudo e ele, a partir daí, ficou falando a mesma coisa em cima do que eu disse.

Lembre-se: há profissionais sérios, que, mesmo cobrando a consulta (eles precisam sobreviver…), são, de fato, sensitivos e devem acertar pelo menos 60% de suas previsões.

Eu, particularmente, não vou a nenhum lugar que fale em “dinheiro”.

Mas cada cabeça é uma sentença, então…

2 comentários:

MILHA TURVA disse...

Já soube de vários "profissionais" que são enganadores... tem alguns casos que são reais e bizarros de como acertam.

Antes o traga a pessoa amada eram em 7 dias, agora tem no dia seguinte... a disputa aumentou e eles estão diminuído os dias... bizarrro!!!

Abração

Bronca no Trombone disse...

Milha Turva, obrigado pela visita e pelo comentário! Você tem razão: os charlatões estão em tempo de concorrência acirrada! Mas eu conheço gente do bem, que até cobra alguma coisa, mas você percebe que a pessoa faz caridade, é humilde, aí, tudo bem. O negócio é a gente viver o presente e deixar o futuro pra lá, pois soube de um caso que uma falsa vidente disse para um rapaz que tinha manchas roxas na pele, que ele estava com AIDS. O cara se matou! E as manchas eram apenas alergia, segundo gente que conhecia o moço e sabia que ele tinha problemas no sangue, mas nada de AIDS.

Abração,

André